notícias

Gesto ambiental no condomnio

28/09/2016

Gestão ambiental no condomínio

O assunto sustentabilidade está presente em nosso cotidiano e também deve ser pensado no condomínio em que vivemos. É muito complicado um condomínio ser completamente sustentável, pois exigiria obras em vários níveis, mas é possível conseguir uma gestão ambiental interessante através de pilares fundamentais:

  • Economia de água/energia
  • Redução do lixo e coleta seletiva
  • Individualização de hidrômetros

A gestão ambiental deve ser introduzida pelo síndico ou algum condômino mais engajado no assunto, mesmo que não haja nenhuma garantia que todos os moradores irão, realmente, participar desse movimento. Por isso, o gestor deve conscientizar os demais moradores em relação ao assunto; afinal, se todos economizarem água e energia e ainda reciclarem o próprio lixo, já será uma grande colaboração.

Economia de água no condomínio

A conta de água representa o segundo maior gasto do condômino em um condomínio. Por isso, fazer economia nessa área é fundamental tanto para o bolso quanto para o meio ambiente.

Como fazer individualização de hidrômetros no condomínio

Em várias cidades e estados do Brasil, existem leis que proíbem condomínios novos de serem erguidos sem o sistema de hidrômetros individuais. E o motivo é o benefício inegável que esse sistema traz para o meio ambiente e para as finanças do condomínio.

Benefícios da individualização de hidrômetros

Depois da instalação dos hidrômetros individuais, a economia com o gasto de água pode chegar a até 40%, de acordo com algumas empresas do setor. Com o sistema instalado, a detecção de vazamentos fica muito mais fácil, já que a empresa responsável pelo serviço monitora o consumo de água todo o tempo.

Economia de energia no condomínio

Instalar sensores de presença nas áreas comuns do prédio é uma boa saída, lembrando que a melhor forma de reduzir o consumo de energia é usá-la de forma consciente.

Condomínio pode lucrar com venda de energia

Em novembro de 2015, a Agência Nacional de Energia Elétrica aprovou aprimoramentos na Resolução Normativa nº 482/2012, e agora é permitido que o consumidor instale pequenos geradores em sua unidade consumidora e troque energia com a distribuidora local com o objetivo de reduzir o valor da sua fatura de energia elétrica.

Acúmulo de lixo e o mosquito Aedes Aegypti

Além de todo o problema para o meio ambiente e para a organização do condomínio, o acúmulo de lixo pode ser muito prejudicial à saúde. Em tempos de surto de dengue, a questão do lixo pode se tornar um grande inimigo do combate à doença.

 

 

http://blog.nextin.com.br/gestao-ambiental-no-condominio/